Minas Acontece - Venezuelano que morreu com suspeita de dengue hemorrágica foi enterrado após 04 dias devido burocrácia
Minas Acontece - O que acontece em Minas você fica sabendo primeiro aqui! Notícias: Alfenas - Guaxupé - Machado - Pouso Alegre
Minas Acontece Home    Fale Conosco  

Galeria de Fotos   |   Vídeos  

PÁGINA PRINCIPAL     |     ALFENAS     |     MACHADO     |     POÇOS DE CALDAS     |     POUSO ALEGRE     |     VARGINHA     
Polícia       Política       Geral       Economia       Esporte       Cultura       Eventos       Guia Comercial      Contato Buscar:


Venezuelano que morreu com suspeita de dengue hemorrágica foi enterrado após 04 dias devido burocrácia
28/12/2016
compartilhe:

Amigos da vítima não se conformam com tamanha burocracia pelo fato de ser estrangeiro.

height=328

Em Alfenas, no último sábado (24/12) morreu no hospital Santa Casa um venezuelano com suspeita de dengue hemorrágica. Devido a burocracias, o corpo só foi enterrado já em estado de decomposição, quatro dias depois de sua morte.´

A vítima foi identificada como sendo JERSON JOSÉ, 35 anos, cidadão venezuelano, passou mau com fortes dores pelo corpo no sábado (24), deu entrada no hospital, porém não resistiu e morreu no mesmo dia no hospital. No domingo (25) seu corpo foi levado para o Velório Municipal, onde foi velado por amigos e na segunda-feira (26) o corpo foi levado para um “imóvel” no Cemitério Santa Clara e deixado lá até que finalmente ontem, na terça-feira (27), o corpo foi enterrado no cemitério 03 no Bairro Aparecida. A reclamação dos amigos é o descaso e grande burocracia que gera sofrimentos a todos envolvidos.

height=281
Local onde o corpo teve que ficar esperando a autorização do prefreito para enterrar em Alfenas.

Ainda de acordo com essa amiga que morou junto coma vítima em Alfenas, no atestado de óbito a causa da morte foi apontada pelo hospital como CHOQUE HEMORRAGICO que ela acredita ser derivado de uma Dengue hemorrágica.

Essa mesma amiga disse ainda que o governo da Venezuela enviou uma repasse financeiro de R$20mil para o Governo Brasileiro fazer a cremação do corpo de JERSON, mas esse dinheiro também por questões burocrati9cas ainda não chegou. Se isso acontecer, o corpo será desenterrado e cremado conforme determinação do governo da Venezuela.

Tentamos contato com a vigilância epidemiologia apara tentar confirmar a suspeita de dengue hemorrágica, porém não conseguimos contato.

Da Redação



compartilhe:










New Page 8

 
Notícias >  Cultura  |  Esportes  |  Economia  |  Geral  |  Polícia  |  Política

Classificados >  Geral  |  Imóveis  |  Veículos

Home       Fale Conosco  

Fone:35 8705-5331
Todos direitos reservados.