Minas Acontece - Professora da rede estadual de ensino faz desabafo sobre greve com críticas ao governo
Minas Acontece - O que acontece em Minas você fica sabendo primeiro aqui! Notícias de: Alfenas, Alterosa, Areado, Campos Gerais, Guaxupé, Juruaia, Machado, Paraguaçu, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Serrania e Varginha.
Supermercado Nobre
Minas Acontece Home    Fale Conosco  

Galeria de Fotos   |   Vídeos  

PÁGINA PRINCIPAL  |  ALFENAS  |  ALTEROSA  |  AREADO  |  CAMPOS GERAIS  |  GUAXUPÉ  |  JURUAIA  |  MACHADO  |  PARAGUAÇU  |  
POÇOS DE CALDAS  |  POUSO ALEGRE  |  SERRANIA  |  VARGINHA
Polícia       Política       Geral       Economia       Esporte       Cultura       Eventos       Guia Comercial      Contato Buscar:


Professora da rede estadual de ensino faz desabafo sobre greve com críticas ao governo
12/3/2018
compartilhe:

No texto, ela convida a todos os trabalhadores do estado a lutarem por seus direitos.

Uma professora da rede estadual de ensino que não quis se identificar por medo de sofrer retaliações, escreveu um desabafo a respeito da necessidade de os servidores lutarem pelos seus direitos.

No texto ela diz se sentir constrangida em ter que se ausentar do trabalho para ir em busca dos direitos dos profissionais da classe e ainda em ter que explicar para os alunos o porquê isso acontece. Leia o desabafo na íntegra:

Greve constrangedora, mas necessária.

Sei que muitos podem estranhar o título dessa reflexão. Usei tal adjetivo por me sentir constrangida em ter que parar minhas atividades na escola para ir lutar pelo direito de ter atendimento no Ipsemg, visto que todo mês é descontado de meu salário o valor que me garante tal assistência; por ter que cobrar do governador que nos pague o piso, sendo que ele assinou conosco um acordo no qual se comprometia a pagar o Piso Salarial Nacional até o ano de 2018 (esse ano); por ter que cobrar do governador que não parcele nosso décimo terceiro, quando ele está prestes a aprovar regalias para o judiciário, que ganha dezenas de vezes o valor de nossos proventos; por ter que cobrar do governador que mande os recursos pra escola na data certa, que também nos pague na data certa e que tenha respeito pela educação. E mais ainda por ter que explicar para meus alunos porque somente eu faço a greve na sala deles, se é só eu que me incomodo com esse descaso, e porque não estou errada em lutar pelos meus direitos. É realmente muito constrangedor contrariar a regra do "não vale a pena" e do "não acredito mais". Quem não gostaria de ter o reconhecimento necessário sem que tivesse que parar tudo para ir lutar por ele? Mas na prática não é assim que acontece. Tudo o que conquistamos até hoje foi com muita luta. E com esse governo que não escolhe a educação, não será diferente. Queremos antes de tudo respeito. É inadmissível "meter a mão " no dinheiro do Ipsemg, pois em todo o estado milhares de servidores estão em tratamento que não podem ser interrompido, mesmo porque mensalmente pagamos para ter esse atendimento. Por isso convido cada trabalhador em Educação de Minas Gerais a fortalecer essa greve e dizer ao governador que queremos respeito e a garantia do que é nosso direito. É greve! É greve! É greve! Até que Pimentel nos pague o que nos deve!

P.S. Tanta luta para chegar a gestão e ele entrega tudo pelo poder, pela manutenção desse poder. E esses trouxas que conseguem cargos nessa meleca toda não percebem. Só quem enxerga que ele está tirando dinheiro da merenda escolar, das escolas, da saúde do Servidor Estadual, dos empréstimos consignados e de outras áreas essenciais para pagar coronéis, juízes e promotores é que compreende o caos em que chegamos e a decepção que sentimos por ter o partido no poder.

Qualquer luta se enfraquece quando nos damos conta de que o interesse é apenas politiqueiro, para dizer que está lutando pelas minorias.

height=293


Da Redação.


compartilhe:











New Page 8

 
Notícias >  Cultura  |  Esportes  |  Economia  |  Geral  |  Polícia  |  Política

Classificados >  Geral  |  Imóveis  |  Veículos

Home       Fale Conosco  

Fone:35 8705-5331
Todos direitos reservados.