Minas Acontece - Ex-delegado de Varginha foi condenado a prisão
Minas Acontece - O que acontece em Minas você fica sabendo primeiro aqui! Notícias de: Alfenas, Alterosa, Areado, Campos Gerais, Guaxupé, Juruaia, Machado, Paraguaçu, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Serrania e Varginha.

Supermercado Nobre

Minas Acontece Home    Fale Conosco  

Galeria de Fotos   |   Vídeos  

PÁGINA PRINCIPAL  |  ALFENAS  |  ALTEROSA  |  AREADO  |  CAMPOS GERAIS  |  GUAXUPÉ  |  JURUAIA  |  MACHADO  |  PARAGUAÇU  |  
POÇOS DE CALDAS  |  POUSO ALEGRE  |  SERRANIA  |  VARGINHA
Polícia       Política       Geral       Economia       Esporte       Cultura       Eventos       Guia Comercial      Contato Buscar:


Ex-delegado de Varginha foi condenado a prisão
21/07/2021
compartilhe:

Ele teria cometido diversos crimes.

height=298

Wellington Clair de Castro, ex-delegado regional da cidade de Varginha no Sul de Minas, foi condenado a 19 anos, 1 mês e 25 dias de prisão e 3 meses de detenção em regime inicial fechado por crimes de corrupção passiva, organização criminosa e prevaricação.

Ele é apontado como chefe de uma organização criminosa, disse MP pela Promotoria de Justiça da Comarca de Elói Mendes e com apoio do (GAECO) dos núcleos de Varginha e Pouso Alegre. O esquema que ele liderava, era de recebimento de propinas em serviços do Detran. Ele também deverá pagar uma multa de R$ 470 mil reais por reparação de danos morais e devolver R$ 247 mil reais de propina recebida. A perda do cargo de delegado de polícia foi decretada pelo poder judiciário. As ações penais contra os demais indivíduos apontados como membro da mesma organização criminosa, policiais, civis, servidores públicos e despachantes seguem em andamento.

Ainda nas investigações envolvendo o DETRAN-MG, foi apurado o pagamento de propina a policiais civis e servidores do DETRAN, para favorecimentos em investigações envolvendo desmanche de veículos, retirada das anotações de sinistro dos veículos montados com peças, falsa vistoria não realizadas pelos vistoriadores, agilização na expedição de documentos veiculares e emplacamento e lacrações ocorressem fora do órgão de trânsito.

Da Redação.


compartilhe:
















New Page 8

 
Notícias >  Cultura  |  Esportes  |  Economia  |  Geral  |  Polícia  |  Política

Classificados >  Geral  |  Imóveis  |  Veículos

Home       Fale Conosco  

Fone:35 8705-5331
Todos direitos reservados.