Campos gerais

Dono de boate é preso por tentativa de homicídio e facilitação à prostituição na cidade de Campos Gerais

Na boate os policiais aprenderam máquinas de cartões, caderno com anotações e preservativos.

26 de maio de 2022

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram

Uma operação foi desencadeada pela Polícia Civil (PCMG) em conjunto com a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PMMG) na cidade de Campos Gerais, no Sul de Minas, nesta quarta-feira (25/05) para prender o dono de uma boate pelo crime de tentativa de homicídio.

O inquérito policial foi aberto, após a vítima de 33 anos, ter sido agredido em sua residência pelo suspeito de 27 anos, com golpes de madeira causando fratura em um dos braços, lesões na cabeça e membros inferiores no início de abril. De acordo com a policia a vítima estava morando junto com a ex-companheira do suspeito há três meses.

A Polícia Civil entrou com a representação pela prisão preventiva do suspeito, o mandado foi expedido pela justiça, ainda durante as investigações os policiais apuraram que ele também cometia o crime de favorecimento à prostituição. Ao chegar na boate havia seis mulheres, durante buscas os policiais encontraram máquinas de cartão, pequena quantidade de maconha, caderno com anotações, dinheiro e preservativos.

O suspeito foi preso, conduzido para delegacia da Polícia Civil e encaminhado ao sistema prisional; além do crime de tentativa de homicídio, responderá pelo crime de favorecimento a prostituição, crime previsto no Artigo 227 do Código Penal com pena de reclusão, de um a três anos. As mulheres que estavam no local foram conduzidas para prestar depoimento.

Da Redação